Uma grande parcela da população acredita que Marca é apenas o logotipo que representa alguma empresa que comercializa bens ou serviços, instituição educacional, filantrópica ou afim, certo? Quase! Mas essa simples palavra contém um significado muito mais abrangente do que se pode imaginar!

Entenda aqui, no blog W&L, quais são as relações entre Branding, Marca e Logotipo, começando por este último.

O logotipo, carinhosamente apelidado de “logo” e, erroneamente conhecido como logomarca é a combinação de duas palavras gregas: “logos” (palavra) e “typos” (figura; símbolo). Isso quer dizer que a fusão destas duas palavras, em seus significados, tem o claro objetivo de tornar-se uma assinatura institucional.

Essa assinatura, deve apontar e diferenciar claramente as instituições entre si, seus propósitos e valores de acordo com as premissas de cada uma. Estes valores costumam ser representados através de elementos em sua composição. Seja por cores que psicologicamente representem o segmento de atuação, valores a serem transpassados para os clientes ou elementos gráficos que possam demonstrar suas características principais, como por exemplo, força e serenidade para logotipos para uma academia de musculação ou um SPA de relaxamento, por exemplo. O logotipo é o primeiro ponto de contato de uma empresa com seu público-alvo e, é ele quem vai demonstrar confiabilidade e despertar interesse nele. Tudo em questão de segundos.

Muito bem! Agora que entendemos a ideia de logotipo, vamos partir para o conceito de Marca, como já dito, é muito mais amplo que sua representação gráfica. Ele consiste na determinação da maior parte dos conceitos citados anteriormente. É a pura definição de uma organização; seus mercados de atuação, premissas e objetivos. Afinal, uma empresa deve agir integralmente de acordo com o que propôs ao mercado. Claramente, quem vive brigando com seus clientes está com seus dias no mercado contados!

É por isso que uma empresa, independentemente do seu porte, deve se preocupar em agir de acordo com a proposição de sua Marca. Isso evita futuros problemas ligados ao relacionamento entre Marca x Cliente que acabam tornando-a inconsistente.

Tudo bem! Aí você me pergunta: “Desenvolver um logotipo e Marca que conversem entre si e transpareçam a confiabilidade que o mercado necessita é um grande trabalho, não?”

É sim! E para isso existe o Branding. Que é o planejamento e aplicação de ações de Marketing estratégicas, desenvolvidas por profissionais, que tem por finalidade construir uma percepção de marca positiva frente ao público de interesse de uma corporação. A identidade deste planejamento precisa ser coerente em todos os pontos de contato e, principalmente, no que se refere a atender as necessidades e interesses deste público.

O Branding bem aplicado gera reconhecimento de marca, pois, traduz-se em boas experiências por parte dos consumidores em relação à Marca. Estas experiências positivas, a médio e longo prazo, são o que tornam uma empresa sólida e reconhecida.

Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado a entender melhor qual a importância do Branding para a gestão de Marcas. Caso tenha alguma dúvida, deixe uma mensagem. Teremos o prazer em responder!